Quem somos?

No idioma dos indios Xipaya, Iakaná significa Ilha. Sabe-se pelo conhecimento profano que nenhum homem é uma ilha!

Esta linha de pensamento dos antigos foi seguida, e numa ilha do Atlântico decidimos utilizar as mãos para atar Nós e dar à luz a Criação. 

Esta ilha é o ventre da nossa Iakaná. Mas o mundo é a nossa escola! Queremos fazer de Iakaná uma ilha flutuante que nos transporta a lugares onde os nossos pés toquem em terra nova e onde os nossos olhos encontrem paisagens virgens.

Queremos erguer velas, espalhar fios e puxar os nós. Nutrir conexões. Para que este nosso mundo, nó por nó, volte a ser a grande Iakaná de onde vimos todos nós.

A nossa Arte


O Macramé é a nossa arte! Esta técnica pré-histórica de dar nós viaja connosco para onde vamos. Com ela pretendemos também dar nós para unir pessoas, lugares, culturas, memórias!

A nossa arte é feita tendo o respeito pelo Planeta Terra como prioridade da criação! Por isso, utilizamos o fio encerado do Brasil, conhecido pela sua durabilidade, e adicionamos pedras e materiais abundantes dos sítios por onde passamos. Isto oferece à nossa arte o valor sentimental de cada lugar pois as nossas mãos tecem cada nó com carinho e respeito à criação para que cada peça carregue a energia única e especial sintonizada com os belos lugares que vamos conhecendo ao longo da viagem!  

A Gratidão pela vida é refletida na universalidade das nossas peças, com raízes transatlânticas aliadas a asas bem grandes sempre prontas para voar.